sábado, 13 de março de 2010

Uma blasfêmia de verdade...

Bom, que eu não sou um menino muito religioso percebe-se em 10 minutos de leitura deste famigerado local. Mas nunca fui desrespeitoso com nenhuma religião. Alfineto, cutuco, mas nunca faltei com respeito. Afinal né...cada um acredita no que quiser, quem soy yo pra falar que tá errado.

Tá, mas teve uma vez que eu cometi uma blasfêmia fortíssima pra católicos sem saber.


O objeto da minha blasfêmia. Não, não é o comprimidinho que você tomou ontem à noite.

Na formatura de 8ª série fomos à missa. Em tempo: Eu odeio igrejas. Me sinto mal dentro delas. É um sacrilégio enorme permanecer dentro de uma missa porque eu me sinto fisicamente mal. Não sei. Prefiro até cemitérios.

No auge da consagração sócio-religiosa (sim, porque é um tal de usar roupa da moda que eu vou te contar), meu amigos me advertiram:

-Não vai tomar hóstia porque você não é nem batizado, hein! É um pecado mortal!

Sim senhores. Apesar da curiosidade louca que tinha de saber o gosto daquilo, sentei e fiquei na minha. Aí vem uma tiazinha desavisada me oferecer. Achei TÃO indelicado recusar. Fica aquela história: Minha mãe me ensinou que se uma pessoa mais velha vem efusivamente te oferecer alguma coisa é indelicado você não aceitar versus o Padre falou que eu não podia comer aquilo.

Segui o preceito moral e esqueci o religioso, afinal aquela não era mesmo a minha religião, mas a educação com a velhinha é minha moral. Mas eu não sabia que tinha todo um ritual. Ela falou:

-Corpo de Cristo! - estendendo a hóstia pra mim.

Eu peguei com uma mão, enfiei na boca e mastiguei respondendo "Brigado!!!"

Gente, juro. O olho da velha quase saltou perante seus óculos. Além de eu não ter colocado uma mão sobre a outra e nem respondido "Amém", eu MASTIGUEI o corpo de Cristo. Quédizê né. Judas perto de mim ficou SO LAST SEASON.

Pra você, amigo não-católico, não recomendo hóstia. Tem gosto de nada e fica grudado no dente e no céu da boca. Bom, no dente foi só pra mim né, porque ninguém mastiga aquilo.

Aí todo mundo disse que eu ia pro inferno, mas juro que foi na inocência. Acho mesmo que essa injúria não vai estar no checklist de Deus quando passar dessa pra melhor.

Mas o nerd vesgo da minha sala vai. Certamente.

2 comentários:

amandinha disse...

UHAUHAUHAUAH!!!!
Também não sou familirizada com essas cerimônias de religião atólica. Quase "comi" uma hóstia, uma vez, mas fico apavorada com essa coisa de "corpo de Cristo". (Aqui eu podia falar?)
Eu corro!
Uma vez fui buscar minha mãe na porta da igreja e ela "não podia falar" pq tava com a hóstia "dissolvendo" na boca... Deviam servir vinho nas missas, também.

Péricles disse...

Sou católico, ministro da eucaristia, e posso te falar que não há problema algum em mastigar a hóstia.

O próprio Cristo disse "Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós" e para comer temos que mastigar.

Agora, dizer "brigado" eu nunca vi...