domingo, 16 de novembro de 2008

Êêêêêêêêêêêêêê

Este Post tem o intuito de discutir e desvendar o mistério que ronda fotos, sejam elas familiares, de amigos, churrascos, bêbados, sóbrios, independente da classe social, raça ou (ui) credo.
Eis a questão: Porque toda vez que tira-se uma foto com mais de uma pessoa, a maioria tende a falar um "êêêêê", extenso, sem raízes lógicas, nem profundas emoções?
A que remete este sinal de alegria momentânea pífia?
Quais são os aspectos psico-econômico-sócio-culturais contidos neste gesto, freqüente neste momento?
É ilógico, repetitivo e cíclico. Que mistérios rondam o "Ê" depois da foto?

Um comentário:

Victor disse...

Eu faço o famos "ê", mas com um motivo: comemorar o fim do fardo que é sorrir falsamente contra a vontade para uma máquina fotográfica incoveniênte.

Abraços!!
Sou filho único e tenho minha casa pra olhar!