sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Cosas de mi vida - Parte IV

Quando fui no Consulado Americano para tirar o visto (7 horas e meia de fila depois), a mulherzinha disse que iam me mandar via sedex meu passaporte já com o visto, e dentro uma Carta para a autoridade que fosse fazer minha imigração.
Chegou. Este Sedex eu não poderia abrir até os EUA. Não era de minha competência abrir aquilo, e só quem o faria seria uma autoridade americana. Portanto se tivessem rãs desidratadas lá dentro, eu não teria como saber. Ia entregar um pacote de rãs desidratadas nas mãos do cara que ia fazer minha imigração.
Bem, aportando em Nova York, segui os corredores pra fazer a imigração. Esperei na filinha minha vez, e um cara me chamou. Fui, falei bom dia, entreguei o envelope e aguardei.
Ele abriu, olhou os documentos, olhou o computador e disse:
- Ah...meu computador travou, volta pra fila que alguém te chama de novo. Sorry.

Voltei eu pra fila. O próximo me chamou. Entreguei os documentos. Ele me olha e pergunta:

-Porque você abriu o envelope?
- Não fui eu que abri. O outro oficial me chamou, abriu, mas não concluiu a imigração porque o computador dele está com problemas.
- Porque você abriu o envelope?
- ????!!!!! Eu não abri, foi o outro oficial.
- Porque você abriu o envelope?
- Eu NÃO ABRI O ENVELOPE!
- Mas está aberto.
- O OUTRO OFICIAL ABRIU! O COMPUTADOR ESTÁ COM PROBLEMA ELE ME MANDOU DE VOLTA PRA CÁ!!!!!!
- Okay.

Conferindo os dados....
- A data de chegada está errada.
- Está? Eu não tinha como saber, não pude abrir antes para conferir.
- Mas a data está errada.
- ¬¬... Eu não podia saber.
- Está errada a data.

Juro....nesse momento, eu considerei juntar minhas trouxas, mostrar o dedo do meio pra ele, dar meia volta, e ir embora. Depois lembrei de todo o dinheiro que eu já tinha pago, todo o tempo perdido, e tudo mais...resolvi responder calmamente.

-Senhor. Eu não conseguiria conferiri os documentos, na medida que eu não pude abrir o envelope!

-Okay. Welcome to America.

Não sei, honestamente, a finalidade desta técnica imigratória. Deve ser da Escola Perturbadora de Imigração... E by the way...eu já estava na América quando saí do Brasil...motherfucker.

Um comentário:

rapidamente disse...

hahahaha caraleo vi, não consigo parar de rir, uhahuahuauhauha